Publicado por: brevederoma | 23/11/2010

Santíssimo Breve de Roma

Esta é a Oração do Santíssimo Breve de Roma.

Escrita moderna:

Santíssimo Breve de Roma

Sendo muito grande os perigos e as perigosas guerras, e a grande peste a que está sujeita a Natureza Humana, eu que me reconheço por um homem pecador e mortal, desde que fui do nada por minha miséria e malícia da natureza humana; o meu ser ingrato e receoso da morte temporal em pecado mortal, e que Deus não permita que eu adentre nas regiões de tormentas eternas.

Assim eu, ingrato servo vosso, peço me deis tempo de pôr este Santíssimo Breve nos pés de Vossa Mãe Maria Santíssima, para que seja bem aceito em Vosso Santo Tribunal.

Primeiramente, eu rogo e peço ao Pai Eterno, que receba a súplica deste Santíssimo Breve com os merecimentos de seu filho Nosso Senhor Jesus Cristo, para que ele possa livrar este meu corpo de todos os perigos mortais, da fúria do meu inimigo e das armas que trouxerem contra mim, em todos os perigos e apertos.

Livrai-me Senhor Bom Jesus, pela vossa Santa Encarnação, pelo vosso Santo Nascimento, pelas lágrimas de sangue que no Horto chorastes, pela profusão de sangue que derramastes pelo deserto, pelos sermões que pregastes aos vossos Santos Discípulos, pelo frio e sede que sofrestes, pelo amor que destes, pelo jejum do deserto, pela instituição do Santíssimo Sacramento, pela oração do Horto, pela entrada em Jerusalém, pela noite de ceia, pela traição de Judas, pelas bofetadas que em casa de Anás Vos deram.

Ó Pai Eterno, que receba as súplicas pela coroa de 72 espinhos que vossa sacrossanta cabeça puseram, pelo manto púrpura de escárnio que Vos vestiram, pelos três cravos com que fostes pregados na cruz, pelas sete palavras que nela dissestes, pelo amargoso cálice que bebestes, pela dor que Vosso suplício infligiu a Vossa Mãe Maria Santíssima e a Vosso discípulo São João, pela hora em que expirastes, pela descida que fizestes ao inferno, pela vossa maravilhosa ascensão e pela vinda do Espírito Santo.

Eu vos rogo e peço, Senhor, para que queira livrar e velar este meu corpo do fogo violento, das águas correntes, dos bichos peçonhentos, das condições de má gente e de todos os perigos presentes e futuros.

Livrai-me Senhor, de tiros de balas de qualquer metal e matéria, sejais comigo em todos os perigos por aquelas palavras fortes que Moisés disse no Mar Vermelho.

Senhor, ali vêm meus inimigos. Caiam sobre eles todos, o medo, o pavor e a forças dos Vossos braços, para que eles fiquem imóveis como pedras de campo, enquanto passa este Vosso servo nos perigos e apertos, suas armas faltem fogo e caiam por terra, e o poder de Deus sobre eles os destruam.

Conservai-me, Deus Pai; guardai-me, Deus Filho; defendei-me, Deus Espírito Santo.

Meus inimigos sejam destruídos pelo poder da Santíssima Trindade e todas as armas que trouxerem contra mim sejam destruídas e não tenham vigor contra mim, seja pelo poder de Deus e da Virgem Maria e todos os santos da Corte do Céu, patriarcas, profetas, confessores, virgens, viúvas, penitentes, eremitas, apóstolos, evangelistas, São Pedro, São Paulo, São Tomé, São Tiago, São Marcos, São Mateus, São Felipe, São Lucas e todos os demais apóstolos, os nove coros de anjos, Querubins, Serafins e todas as denominações de virtudes, anjos, arcanjos do céu. Valha-me o poder de São Miguel e São Rafael, por eles permita, Senhor, que todos os meus inimigos tenham boca e não falem, tenham mãos e não me peguem e nem me ofendam, tenham pés e não me alcancem, pelo poder da Santíssima Trindade e de Santa Maria, valei-me dos pecadores, socorrei-me.

Todas as celestes carruagens dos anjos sejam por mim, todos os santos patriarcas sejam por mim, todos os santos confessores sejam por mim, guardem-me e confortem-me, todos os discípulos do Senhor, que meu corpo defendam.

São Bento, São Brás, São Sebastião, Santa Catarina e todos os santos estejam comigo. Da morte repentina livrai-me, das garras do inimigo livrai-me Senhor, do ferro agudo, das armas de fogo livrai-me Senhor, da impostura e da cólera dos maus, de tiros e balas livrai-me Senhor, de todos os perigos, livrai-me Senhor Deus a quem venero.

Assim passarei por todos os meus inimigos sem ser visto nem ofendido.

Pelo poder de Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo. Amém.

Maria Santíssima seja comigo. Jesus, Maria e José.

Deus te salve, casa Santa, onde Deus fez sua morada.

Deus te salve cálice Santo e a Hóstia Consagrada.

Escrita antiga:

SANTISSIMO BREVE DE ROMA

Impresso na Sexta feira da Paixão com licença do exmo Sr. papa de Roma

Sendo muito grandes os perigos e as perigosas guerras e grandes pestes que está sujeita a natureza humana, eu que me reconheço por homem mortal e peccador desde que fui do nada por minha grande miseria e malicia a natureza humana o meu ser ingrato receioso da morte temporal em pecado mortal o que Deus não permitta que eu entre nas penas eternas.

Assim eu ingrato servo vosso, peço que me deis tempo de pôr este Santissimo Breve nos pés de vossa mãe Maria Santissima para que seja bem despachado em vosso Santo Tribunal. Primeiramente eu rogo ao Padre Eterno que receba a supplica deste Santissimo Breve com os merecimentos de seu filho Nosso Senhor Jesus Christo para elle me livrar este meu corpo de todos os perigos mortaes e das armas de meus inimigos e das armas que trouxerem contra mim em todos os perigos e apertos. Livrai-me Senhor Bom Jesus pela vossa Santa encarnação, pelo vosso Santo Nascimento, pelas lagrimas de sangue que no presepe chorastes, pela profusão de sangue que derramastes pelo deserto, pelo frio e sêde que sofrestes, pela esmola que destes, pelo jejum do deserto, pelos sermões que pregastes aos vossos Santos discipulos, pela sua instituição do Santissimo Sacramento, pela Oração do Horto, pela entrada de Jerusalem, pela noite da ceia, pela trahição de Judas, pelas bofetadas que em casa de Anaz vos deram. Ó, padre etérno que receba a suplica pela corôa de espinhos que em vossa sacrossanta cabeça puzeram, pela canna verde que vos fizeram empunhar, pela purpura de escarneo que vos vestiram e onde fostes pregado na cruz, pelas treis horas que na cruz vivestes, pelas 7 palavras que nella dissestes, pelo amargoso calice que bebestes, pela dôr que tivestes, quando viu chegar sua mãe Maria Santissima e vosso discipulo S.  João, pelas recommendações, pela hora que expiraste, pela descida que fizestes ao inferno, pela vossa maravilhosa assumpção e pela vida do E. Santo. Eu vos rogo e peço Senhor para que queira valer e livrar este meu corpo do fogo violento, das aguas correntes, dos bichos peçonhentos, das condições de má gente, e de todos perigos presentes e futuros.

Senhor livrai-me de tiros de balas de qualquer metal e materia, sejais comigo em todos os perigos por aquellas palavras fortes que Moysés disse ao Mar Vermelho. Senhor ahi vem os meus inimigos, caia sobre elles todo medo e pavor e a força do vosso braço para que elles fiquem immoveis como as pedras no campo, enquanto passa este vosso servo nos perigos e apertos suas armas faltem e caiam por terra, e o poder de Deus sobre elles os destrua. Conservai-me Deus Padre, guardai-me Deus Filho, defendei-me Deus Espirito Santo, Meus inimigos sejam destruidos pelo poder da Santissima Trindade e de todas as armas que trouxerem contra mim sejam destruidas e não tenham algum vigor contra mim, sejam pelo poder de Deus e da Virgem Maria e de todos os Santos da Corte do Ceu.

Patriarchas, Profetas, Confessores, Virgens, Viuvas Penitentes, Eremitas, Apostolos, Evangelistas, S. Thiago, Marcos, Matheus, Lucas, Felippe, e todos mais apostolos, as nove coroas de Anjos Cherubins, Serafins e todas as dominações de virtudes, Anjos, Arcanjos do Ceu, valha-me o poder de S. Miguel, S. Rafael. Por elles permitta Senhor que todos os meus inimigos tenham mãos e não me peguem e nem offendam, tenham pés e não me alcancem, pelo poder da Santissima Trindade. Santa Maria valei-me, mãe dos peccadores socorrei-me.

Todos os côros dos Anjos sejam por mim, todos os Santos Patriarchas sejam por mim, todos os Santos Confessores guardai-me e confortai-me, todos os Santos Discipulos do Senhor o meu corpo defendam, todos os Santos da Corte do Ceu, dos perigos me guardem. S. Bento seja comigo, S. Braz, S. Sebastião seja comigo, Santa Catharina, antes do parto, no parto e depois do parto, seja comigo e todos os Santos. Da morte repentina, livrai-me Senhor, do ferro agudo livrai-me Senhor, das armas de fogo livrai-me Senhor, de tiro de bala livrai-me Senhor Deus, a quem venero. Assim passarei por todos meus inimigos sem ser visto e nem offendido.

Pelo poder de Deus Padre, Deus Filho e E. Santo, Amem.
Maria Santissima seja comigo e Jesus Maria José.

Deus te salve Casa Santa
Onde Deus fez sua morada
Deus que salve o calice bento
E a ostia consagrada.

Todo homem ou mulher que tiver esta oração com fé, estarão livres de todos os perigos.

Abaixo segue a oração nos dois formatos, antiga e moderna, em diversos formatos, jpg, PDF e Word, para impressão e edição.

Santissimo_Breve_de_Roma_classico

Santíssimo Breve de Roma Classico

Santíssimo Breve de Roma

Santíssimo Breve de Roma

Santíssimo Breve de Roma

About these ads

Responses

  1. Ninha mãe herdou essa oração de sua mãe-avó e ainda existe atualmente, porém com muitos dizeres apagados pela ação do tempo… mas, agora com o texto recomposto através da comparação com essa publicação agradeço muito ao divulgador. Deus lhe pague!

  2. Sou muito devoto e gosto muito de rezar o SANTISSIMO BREVE DE ROMA, diversas pessoas tem me pedido essa oraçao rezam e colocam em seu carros e tesmunham que livrou de acientes graves.É de fato uma grande bençao essa oraçao poderosa contra todo tipo de mal e perseguiçao.

  3. Minha tia me entregou o santíssimo breve que pertencia ao meu avô mas como disse o José a ação do tempo já apagou algumas partes mesmo assim digitei e fiz varias copias e distribui aos amigos de oração, gostaria de saber como surgiu essa oração e quem a escreveu, se alguém souber por favor nos informe…abraços

  4. kero saber para k esta oracao e boa

  5. Essa oração é muito antiga e poderosa. Rezo sempre ás quqrtas feira. Ela é do tempo de meu avô, rezando com Fé alcança graça. Tenha Fé é real.
    Obrigado Senhor pela minha FÉ. Amém

  6. Eu vou alcançar uma graça com essa oração
    Eu volto para publicar. Me aguarde!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: